Mês: dezembro 2014

Resenha – Confidências à Meia-Noite

Por Thila Barto
|
21 de dezembro
Título: Confidências à Meia-Noite
Título Original: Pillow Talk
Lançamento: 1959
Direção: Michael Gordon
Nota no Filmow: 4,0/5,0
Nota no IMDB: 7,5/10,0

Elenco: Rock Hudson, Doris Day, Tony Randall, Thelma Ritter

Duração: 111 min
Gênero: Comédia, Romance


Resenha:
     Pillow talk é um filme clássico da década de 50 estrelando os aclamadíssimos atores Doris Day, Hock Hudson e Tony Randall. O trio possui mais dois filmes super divertidos juntos, o “Volta Meu Amor” (Lover Come Back) de 1961 e “Não Me Mandem Flores” (Send Me No Flowers) de 1964. Sou muito fã dos trabalhos da Doris Day e esse filme, sem sombras de dúvidas, é o meu favorito de todos.
     O filme conta a história de Jan Morrow (Doris Day), uma decoradora de interiores que é obrigada a dividir sua linha telefônica com o mulherengo Brad Allen (Rock Hudson). O que deixa Jan bastante irritada é o fato dela raramente conseguir fazer ou receber alguma ligação, já que Brad gasta sua maior parte do tempo conversando e seduzindo suas diversas namoradas com uma música que compôs. Ele toca a mesma música para todas, mas claro, ele se dá pelo menos ao trabalho de mudar o nome da pessoa na letra conforme a garota que ele liga.
     Decidida a conseguir uma linha privada, Jan vai até a agência telefônica e explica os problemas que está enfrentando com a sua linha compartilhada, porém, infelizmente a resolução da agência é mandar uma mulher para fazer a inspeção. Brad se faz de anjo e, o que você já pode imaginar que acontece, seduz a mulher. A inspetora declara que as acusações de Jan não são válidas, o que a deixa furiosa.
      Com o novo código de comunicação que a agência telefônica deixou para que os dois pudessem se comunicar, Jan bola uma plano para revezar o telefone com Brad em horários: da hora até a meia hora o telefone é de Brad, e da meia hora para a hora o telefone é de Jan, mas, obviamente, o combinado não é seguido.
 
 

Brad: Olha, eu não sei o que está incomodando você , mas não transfira seus problemas de quarto para mim.
Jan: Eu não tenho “problemas de quarto”. Não existe nada no meu quarto que me incomode.
Brad: Oh-h-h-h. Que chato.


     Além de lidar com sua linha compartilhada, Jan está constantemente sendo pedida em casamento por Jonathan (Tony Randall), um ricaço dono de uma empresa que coincidentemente é melhor amigo e empresário de Brad. Jan recusa todos os seus pedidos pois, segundo ela, ela quer “chegar na lua” com alguém, e apesar disso, Jonathan jamais desiste de conquistá-la.
 
     Jonathan, em uma visita ao seu amigo Brad conta que está apaixonado por alguém, entretanto acaba soltando que sua pretendente divide a sua linha telefônica com um certo “maníaco”. Logo, caindo a ficha de Brad de quem poderia ser, pede para Jonathan descrever a garota, o que acaba despertando um certo interesse de Brad por Jan.


     Ao encontrar sem querer Jan em um restaurante, Brad entra em ação e finge ser outra pessoa, inventando um nome e um sotaque texano para ter uma chance com ela, pois afinal de contas, se ela soubesse quem ele realmente era, Brad jamais teria uma chance. A partir disso, os dois começam a sair constantemente juntos sem que Jonathan se quer desconfie que seu melhor amigo está saindo com a mulher que ele quer se casar.
 
     O filme em si têm cenas muito engraçadas e é um dos melhores do gênero de comédia não só do cinema clássico mas atual, além da trilha sonora e a abertura do filme que são lindas. Sou suspeita em falar quando o assunto é Doris Day, mas super recomendo o filme.

 

Trailer:

Resenha – Call The Midwife

Por Thila Barto
|
19 de dezembro
     “Call the Midwife” é uma série britânica baseada na trilogia autobiográfica de Jennifer Worth, falecida em 2011, que se situa no leste de Londres durante a década de 50. Criada por Heidi Thomas, a série é transmitida pela BBC One.
 
      A trama começa com a personagem Jenny Lee (Jessica Raine), uma enfermeira de 22 anos que parte para o East End de Londres numa cidadezinha chamada Poplar, onde a maior parte da população vive em situações muito precárias e precisam conciliar suas situações financeiras com as necessidades, família, saúde e intrigas.

      Jenny passa a viver no “Nonnatus House”  juntamente com um grupo de freiras, que também são parteiras, além de Trixie (Helen George), Cynthia (Bryony Hannah) e Chummy (Miranda Hart) que compartilham uma enorme amizade. Elas oferecem os seus serviços a comunidade e realizam partos nas residências de suas pacientes. 

 

     Inicialmente, Jenny sente muita dificuldade para se habituar com os costumes e condições da população. Existem desde famílias com 25 crianças até aquelas que estão abrigadas em edifícios condenados. No meio desse “caos” nascem os pequenos e frágeis bebês que trazem esperanças e forças paras as famílias continuarem vivendo. Entre 80 e 100 crianças nascem por mês em Poplar.
      A qualidade cenográfica, trilha sonora e figurinos que a série oferece é soberba. Tudo está minuciosamente colocado em seu devido lugar e assimilado perfeitamente com a época retratada. A série consegue ser realista, cativante, dramática, triste e alegre ao mesmo tempo. Cada personagem possui sua peculiaridade  que num todo formam um elenco maravilhoso. É impossível não se identificar e adorar um deles, ou não se atrair pelas histórias verídicas retratadas ao longo dos episódios.

 

     No Brasil, Call the Midwife é exibida pelo canal BBC HD e as três primeiras temporadas estão disponíveis no Netflix. Devido ao sucesso, a quarta temporada já está sendo filmada e terá sua estreia no dia 25 de dezembro desse ano em um especial de Natal, além da quinta temporada que para a felicidade dos fãs, também já foi confirmada.
Confiram o trailer da série abaixo:

Resenha – Benched

Por Santoni
|
16 de dezembro
   Eliza Coupe, conhecida por Scrubs e Happy Endings protagoniza a nova comédia da USA Network ao lado de Jay Harrington, de Better Off Ted.
   Benched conta a história de Nina Whitley, uma advogada corporativa que perde o namorado e a promoção dos sonhos no mesmo dia, surta e acaba tendo que trabalhar como defensora pública, com isso se dá conta que o sistema penal está até pior que a sua vida pessoal. Nina luta para voltar ao glamour dos grandes casos e grandes comissões ao mesmo tempo que é cativada ao poucos pela defensoria pública e a real importância de seu novo trabalho para a sociedade.
   A série chega em meio a uma “modinha” de séries de advocacia protagonizados por mulheres, só na Fall Season 2014 já temos “Bad Judge” e “How to Get Away with Murder“, que seguem a fórmula de “Scandal” e “Drop Dead Diva”. O que a diferencia das outras é a comédia mais leve e um apelo social explícito, dificilmente explorado em ‘comédias’.
   A atuação de Coupe é o ponto alto constante da série, que tem altos e baixos ligados ao roteiro sentidos em todos os episódios exibidos até agora. A série tem potencial e o esperado é que consiga alcançá-lo até o final da primeira temporada de 12 episódios encomendada pela emissora.
Benched vai ao ar às terças-feiras no canal pago americano USA Network!


Trailer:

Clique aqui para ver legendado

Novo trailer da Série Divergente: Insurgente.

Por Thila Barto
|
12 de dezembro

 

      Já podemos surtar?! Sim! Para a felicidade dos fãs, o trailer oficial finalmente saiu trazendo cenas incríveis deixando qualquer um de queixo caído e super ansioso para assistir.

   Com a grande produção, pôsteres em 3D nada comuns foram divulgados. E recentemente, liberaram uma prévia com a protagonista da saga, Tris (Shailene Woodley), que vocês podem conferir clicando aqui.
  Como não ficar empolgado com Tris e Quatro roubando os holofotes e escapando da vilã Jeanine na guerra contra o governo?! Além de vermos pela primeira vez a Naomi lutando ao lado dos rebeldes e a presença dos novatos Octavia, Spencer e Daniel. Será que veremos mais ação nessa adaptação?
   Esse segundo filme da saga “Divergente” dirigido por Robert Schwentke, lançará no dia 19 de março de 2015 e estará disponível também na versão 3D. O terceiro livro da saga “Convergente” também já tem sua adaptação confirmada e a Lionsgate já divulgou que será divido em duas partes.

 
 
Pôsteres:

Confiram os demais aqui

Trailer:

[ENCERRADO] Sorteio de fim de ano!

Por Santoni
|
Sorteio – Um Sonho de Amor
Nunca Desnorteados traz para vocês uma promoção imperdível de fim de ano!
Para celebrar um ótimo ano na literatura nacional sortearemos um kit do livro ‘Um Sonho de Amor’ da autora brasileira Lucilene Moreno!
 
 
O kit contém um exemplar autografado do livro ‘Um Sonho de Amor’, um marca-página do livro e um marca página do blog Nunca Desnorteados.
Para conhecer um pouco mais do livro confira nossa resenha no link: http://goo.gl/CJ1Pui

Para participar, você deverá:
2. Compartilhar essa imagem em modo PÚBLICO.
3. Nomear pelo menos UM amigo nos comentários embaixo do post da promoção no facebook.
4. Clique em “Participar” nesse link do Sorteie: http://goo.gl/mXCGQ3
 
As regras do sorteio são:
– Promoção aberta em 12/12/14 e será encerrada em 15/01/15.
– Prêmio intransferível.
– Menores de idade (que não podem compartilhar a imagem em modo público) podem participar, porém alguém do blog adicionará o sorteado e pedirá o link do compartilhamento para conferir, e caso não haja reposta em 24 horas, outro sorteio será realizado.
– Caso a imagem não seja encontrada, a pessoa será DESCLASSIFICADA, sem qualquer prerrogativa e um novo sorteio será realizado.
– Válida para todos moradores do território nacional, sendo necessário um endereço válido para entrega dentro do país.
– Caso não haja reposta em 24 horas do vencedor, um novo sorteio será realizado.
– Caso não sejam cumpridas as regras, um novo sorteio será realizado.
– Os brindes serão entregues sem custo algum para os sorteados, sendo enviados no prazo de até um mês depois de encerrado o sorteio.
Boa sorte para todos!
 
Nossa primeira promoção chegou ao fim!

E a ganhadora do livro “Um Sonho de Amor” autografado foi Isabella Souza (https://www.facebook.com/isabella.dasilvasouza)!

Por favor mande uma mensagem para a página com o link do seu compartilhamento e seu endereço. Lembrando que se alguma das regras não foi cumprida sortearemos novamente.

Para conferir o resultado do sorteio: https://sorteiefb.com.br/resultado?id=2jcI

Muito obrigado a todos que participaram 

 
atualizado dia 15/01/2015

Resenha – Um Sonho de Amor

Por Beatriz Guerra
|
Título: Um Sonho de Amor
Autor(a): Lucilene Moreno
Editora: Protexto
Páginas: 247

Nota do Skoob4,5/ 5,0

Gênero: Romance

Resenha:
    Imagine ser acertado por uma bola de futebol ao voltar para casa, e apesar de toda a dor e irritação e de querer dar uma bronca no dono do objeto, deparar-se com uma pessoa que desperta o seu interesse automaticamente. É previsível que você fique sem palavras. Imagine então, que essa situação aconteça novamente no dia seguinte e que você encontre a mesma pessoa. E mais ainda, que você passe a encontrar essa pessoa continuamente todos os dias e a conhecê-la cada vez mais. É assim que começa uma história de amor, a mesma história vivida entre a garota bailarina acertada pela bola e o jogador de futebol e pianista que a acertou “acidentalmente”.

    Escrito pela carismática e receptiva autora Lucilene Moreno aos 13 anos, “Um Sonho de Amor” conta a história de amor vivida entre os personagens adolescentes Natália e Jefferson. Natália, ao término de seu primeiro dia escolar, é acertada inesperadamente por uma bola de futebol enquanto caminhava junto com as suas amigas pela rua. A bola pertencia a um garoto que instantaneamente, cativa a atenção de Natália, deixando-a tímida ao entregar a bola ao menino e aceitar suas desculpas antes de partir para sua casa. Então, no segundo dia, acontece a mesma coisa. Natália é acertada pela mesma bola de futebol do mesmo garoto, a menina repreende o garoto pelo descuido e logo em seguida o perdoa, envergonhando-se novamente ao encontrar os lindos olhos azuis do menino.

    No dia seguinte, após ensaiar a coreografia de sua apresentação de balé na academia de dança localizado dentro de um complexo esportivo, Natália tromba com ninguém mais, ninguém menos, que o próprio garoto de olhos azuis. Neste terceiro encontro, os dois finalmente travam uma conversa um pouco mais longa e no próximo dia, acabam se apresentando. Gradualmente, Natália começa a desenvolver sentimentos cada vez mais fortes por Jefferson que crescem a cada encontro diário na academia, apesar de negar o que sente para as amigas que a continuam importunando com a situação. Com Jefferson a situação não é diferente. Ele se apaixona cada vez mais pela sua querida bailarina e tem certeza disso quando lê o diário de Natália por um esquema desenvolvido pelo seu amigo Alberto. 

     Em meio a concursos de dança, de piano, viagens, cartas de amor e grandes amizades, Natália e Jefferson se aproximam cada vez mais até finalmente começarem um relacionamento, que será testado por novos obstáculos. Será que eles conseguirão se manter juntos mesmo com as novas dificuldades que surgem e as viagens que Jefferson precisará fazer para os concursos de piano? E mesmo com uma nova personagem que surge na história para atrapalhar o puro amor dos dois? Só lendo para descobrir!

   Uma junção de amor, balé e música clássica, quem não gosta? Livro altamente recomendado para amantes de romances doces e juvenis. A leitura é muito fácil e tranquila, com muitos diálogos. É impossível não se apaixonar junto!
     A continuação já foi confirmada pela autora e se chamará “O Despertar do Amor”!


Aluguel de livros eletrônicos

Por Thila Barto
|
      É isso mesmo pessoal, agora no Brasil surgiu o aluguel mensal de livros eletrônicos, é bem similar ao famoso aluguel de filmes, Netflix. Pagando R$ 19 reais ao mês, você tem direito a 10 livros mensais.
 
      O nome desse novo sistema é “Kindleunlimeted” e os primeiros 30 dias são gratuitos para teste, no entanto, o programa não é compatível para todos e-Readers. Para saber mais e assinar o programa clique aqui.
 



O Chamado do Cuco virará série de TV!

Por Santoni
|
10 de dezembro

 

  A BBC confirmou a adaptação dos dois primeiros livros da saga “O Chamado do Cuco” de Robert Galbraith, pseudônimo da J.K Rowling. A emissora não divulgou a quantidade de episódios nem a previsão de estréia, no entanto, já está sendo produzida uma série de três episódios baseada em outro livro da autora, “Morte Súbita”.
 O livro conta a história de John Bristow o irmão da super modelo Lula Landry, apelidada de Cuckoo, que não acredita na versão da policia que Cuckoo se matou, então parte em busca da mais temida verdade.

“Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega. Um emocionante mistério mergulhado na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho. O chamado do Cuco é um livro maravilhoso. Apresentando Cormoran Strike, este é um romance policial clássico na tradição de P.D. James e Ruth Rendell, e marca o início de uma série única de mistérios.”

E aí, ansiosos? Vamos aguardar…

Resenha- Antes de Dormir

Por Thila Barto
|
9 de dezembro

Título: Antes de Dormir

Título Original: Before I Go to Sleep
Autor(a): S. J. Watson
Tradutor(a): Ana Carolina Mesquita

Editora: Record
Páginas: 400
Nota do Skoob: 4,2 / 5,0
Gênero: Suspense, Drama

 

 “Não sou a pessoa que achei ser ao acordar pela manhã”
 
Resenha:
     Já imaginou acordar totalmente nua em uma  cama num quarto de uma casa que você não reconhece, com um estranho de meia idade ao seu lado e não fazer a menor ideia de como tudo isso aconteceu? Esse é o dilema que Cristine vive diariamente.

     “O quarto é estranho. Nada familiar. Não sei aonde estou, nem como vim parar aqui. Não sei como vou fazer para voltar para casa.”

 

     Após sofrer um acidente aos 29 anos, Chris acorda todos os dias sem saber onde está. Suas memórias desaparecem enquanto dorme, o que a faz depender de seu marido Ben para recontar diariamente a sua história. Acordar todos os dias com o sentimento de que muitos anos de sua vida estão faltando é assustador, fazendo-a sempre imaginar o que aconteceu para ficar assim. Atualmente ela e o “suposto” marido moram no norte de Londres e Chris encontra-se com 47 anos.

 

    Para ajudá-la com a memória, Ben espalha diversas fotos e post its pela casa a fim de provar para sua esposa que ele não mente. A principal fonte de provas é um álbum de recortes que contém imagens dos dois juntos. Segundo Ben, houve um incêndio há alguns anos, o que causou a perda de muitas coisas e fotos antigas, mas como sobraram algumas, ele montou esse álbum, deixando Chris equilibrada entre uma possibilidade e os fatos reais.
 
“Tudo meu, minha casa,meu marido, minha vida. Mas essas coisas não pertencem a mim. Não são parte de mim.”
    Formada em Letras e afastada do seu trabalho devido a sua doença, Chris também conta com a ajuda do Dr. Nash, um neuropsicológico que se interessou em seu caso por ser diferente da maioria dos amnésicos. O seu padrão de sintomas não indica que suas memórias estejam perdidas para sempre. Com a esperança de recuperação, juntos eles tentam descobrir  o que exatamente provocou os seus problemas de memória e se existe alguma coisa que possam fazer para melhorar ou reverter a doença. Em seu íntimo, Chris se sente mais familiarizada com a voz do Dr. Nash, ao contrário da do marido.
    As consultas são realizadas em segredo de Ben devido a sua extrema relutância de Chris se consultar com outros especialistas. Vários tratamentos foram abandonados por insistência dele, dizendo que só queria protegê-la de mais decepções. A partir dos encontros com o Dr. Nash, Chris começa a fazer um diário, onde ela registra o que tem feito, lembrado e evoluído, cabendo ao Dr. Nash de lembrá-la diariamente onde ela o escondeu e de cobrá-la sempre a escrever, para que o caderno não perca o seu significado.

 

    Ao abrir o diário Chris se depara com: “NÃO CONFIE EM BEN”. É a partir desse momento que a narrativa do livro muda, os fatos são contados através do diário da protagonista. É como se o leitor estive em posse desse diário e lesse página por página para descobrir os acontecimentos.
 
   Com o hábito de escrever todos os dias, Chris começa a descobrir as contradições com as suas lembranças que vão surgindo cautelosamente, com os relatos escritos no diário e com as histórias que Ben conta todos os dias.  As lembranças em relação aos pais, um filho, a melhor amiga, a faculdade, a antiga casa, um livro e um hotel vão surgindo. Chris fica muitas vezes confusa, sem saber em quem e no que acreditar.
 
“Minha mente começou a girar. Perguntas. Perguntas que eu não ousava fazer, com medo de que as respostas acabassem comigo.”
 
  Como tudo se desenrola?! Só lendo para saber! A parte final é simplesmente de tirar o fôlego. É impossível parar de ler e não sentir a mesma agonia que a protagonista sente nas cenas. É aquele tipo de livro que desperta uma curiosidade tremenda para conseguir desvendar todos os mistérios envolvidos. Imaginei diversas situações durante a leitura e o final me surpreendeu muito, porém a última página me deixou enlouquecida quando a virei e vi que a próxima era a nota do autor.
 
    Enfim, como não gosto de dar muitos spoilers, o que posso dizer é que o livro é muito bom e altamente recomendado. Me surpreendi muito com tudo e já deu até aquela vontadezinha de reler algumas partes. O livro fez tanto sucesso que ganhou uma versão cinematográfica para as telonas estrelando Nicole Kidman, Colin Firth e Mark Strong. O filme já estreiou nos EUA no dia 31 de outubro e aqui no Brasil o lançamento será no dia 26 de Março de 2015.
 
     A maior diferença que pude perceber com o trailer é o fato da Nicole Kidman usar uma câmera como diário ao invés de um caderno como relatado no livro, além da quantidade de anos internada e casada que foram trocados, e o Dr. Nash ser bem mais novo que Chris. Então a pergunta é: Será que o filme será tão bom quanto o livro?! Vamos aguardar para descobrir.

          “O que somos senão o acúmulo de nossas próprias memórias?”

 

Trailer:
 

Resenha – Enchanted

Por Thila Barto
|
3 de dezembro
Título: Enchanted
Autor(a): Lucinda Riley/Edmonds
Editora: 
Pocket Books
Ano: 1995
Páginas: 400
Nota no Skoob:
Gênero: Romance/Drama

Resenha:

     Pra quem não sabe Lucinda Edmonds e Lucinda Riley são a mesma pessoa. A autora preferiu não usar seu nome antigo em seus novos livros com o objetivo de começar uma nova fase na sua vida após a sua separação. Começar a carreira do zero, segundo a autora, era realmente assustadora:

“Até pensei em usar o nome antigo nos livros novos, mas senti que, depois da separação, eu precisava recomeçar, sabe? Quando meu novo livro chegou às livrarias, eu me senti uma completa desconhecida. Ninguém sabia que Lucinda Edmonds e Lucinda Riley eram a mesma pessoa. Por esse motivo, a ideia de recomeçar a carreira do zero como Lucinda Riley era realmente assustadora…” – L.R.

     Tornei-me super fã da autora, principalmente após conhecê-la pessoalmente, e sai literalmente enlouquecida atrás de todas as suas obras, como vocês já devem ter percebido pelas minhas resenhas de outros livros da Lulu. Essa foi a primeira obra dela como Lucinda Edmonds que achei fisicamente por aqui e estou super feliz que a autora está reescrevendo alguns dos seus antigos. O livro Aria já foi relançado como Italian Girl , já disponível em Epub e já resenhada aqui no blog e o “Not Quite an Angel” que será relançado ano que vem como “The Angel Tree”. Nenhum possui versões em português, ainda.

 

     Elogiada por apresentar um diferencial em seus livros atuais que alternam a narrativa com personagens intrínsecos entre presente e passado, você não encontrará isso aqui neste livro!  Contudo, a qualidade é a mesma e uma coisa não muda em relação aos outros: sempre tem um segredo no passado que é decisivo para os personagens no presente.

 

     O livro tem como personagem principal Madeleine Vincent, uma jovem de 17 anos que sonha em se tornar uma bailarina profissional assim como a sua mãe que infelizmente acabou morrendo em um acidente de carro quando Maddie ainda era bem nova. Atualmente, ela mora em uma casa totalmente desorganizada com o pai Christopher, um compositor e pianista que encontra-se com dificuldades para compor uma nova sinfonia e que frequentemente dá aulas de piano à Sebastian, um jovem talentoso que está ansioso para fazer uma nova audição. Sebastian e Maddie possuem uma relação como a de irmãos e estão sempre dando apoio um ao outro. 

 

     Inicialmente, Maddie está se preparando para uma audição para entrar em umas das melhores escolas de ballet, a “British National Ballet School”, porém ela mantém isso em segredo do pai devido sua insegurança e medo de Chirstopher não apoiá-la por estar seguindo os passos da mãe. Na audição de ballet, Maddie se depara com personagens que vão mudar sua vida por completo, são eles: Sasha, um bailarino super talentoso de origem russa que foge de seu país por motivos que serão revelados no decorrer do livro, e Nicole, que além de ser a filha de uma das bailarinas profissionais contratadas pela academia é uma menina egoísta, invejosa, que faz literalmente de tudo para conseguir o que quer.

 

    Após ficar chateada por não passar na audição, Maddie pega suas coisas para se retirar da academia até que um dos jurados a surpreende dizendo que houve um pequeno erro com o seu número. Para o seu alívio, a reprovação foi apenas um susto e agora ela fazia parte da academia nacional assim como Nicole e Sasha.

 

     Ao contar ao pai que tinha ingressado na academia, com o apoio de Sebastian que coincidentemente também passou em sua audição, ela recebe seu total apoio e, para a sua surpresa seu pai também tinha uma excelente notícia: ele foi convidado para sair em turnê juntamente com a academia de dança em Nova York. Ficando sozinha em casa apenas com a sua gata Shezzy e seus novos filhotes como companhia, Maddie começa sua árdua carreira de ballet na Escola Nacional. Briguinhas, competição e sabotagens são o que mais acontecem nos bastidores das aulas e espetáculos. Nicole sempre dá um jeitinho para fazer tudo dar errado para Maddie e conseguir o papel principal juntamente com o mais cobiçado parceiro de toda academia: Sasha.

 

    Após algumas semanas, seu pai volta de Nova York com uma excelente nótícia: ele estava apaixonado e iria se casar. A notícia surpreende Maddie e a deixa feliz ao mesmo tempo, pois ela acreditava que seu pai nunca mais iria ter um relacionamento novamente. E então, ele a informa que vai se casar com nada mais e nada menos que a mãe de Nicole, Yvette. Além de ter que lidar com Nicole na academia, ela passa a ser obrigada a conviver com sua mais nova irmã na casa de Yvette, aturar todos os seus comportamentos e maldades que na maioria das vezes são direcionadas para acabar com o relacionamento entre Maddie e seu pai. É nessa fase que Nicole fica mais traiçoeira e não pensa duas vezes para fazer uma sabotagem. Como consequência das brincadeiras bem sucedidas, Maddie acaba se distanciando do pai que sempre fica do lado de Nicole. Buscando apoio, Maddie começa a recorrer à sua amiga Kate e ao seu novo vizinho com quem acaba fazendo amizade, Hassan, além de Sebastian é claro.

 

 Com o novo espetáculo chegando, novas audições para o elenco do casal principal em o “Lago dos Cisnes” começam. Para a felicidade de Maddie, ela é escolhida juntamente com Sasha, deixando Nicole em um fúria sem igual. Após o sucesso da dupla que começa a sair em vários jornais e entrevistas, Nicole decide bolar uma das maiores de suas façanhas para conseguir Sasha de volta como dupla e acabar com o reinado de Maddie. O que resulta dessa sabotagem? Maddie sofre um terrível acidente durante o segundo ato que a faz perder o movimento das pernas. Sua carreira como bailarina é destruída.

 

O que acontece depois? Esses são spoilers que eu não darei, você terá que descobrir por si mesmo! 😀