Resenha – O Demonologista

capa_demonologista-1Título: O Demonologista
Título original:  The Demonologist
Autor: Andrew Pyper
Tradução: Cláudia Guimarães
Editora: Darkside
Gênero: Ficção
Páginas: 328
Ano: 2015
Página no Skoob: Clique Aqui!

“Às vezes, os monstros são reais.”

“O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo – principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.”

O Demonologista é um livro sombrio e viciante. Narrado em primeira pessoa, Andrew Pyper nos conquista com sua escrita impecável. A habilidade do autor em criar um cenário tão envolvente resulta em uma leitura realmente gratificante.

É como se minha própria vida fosse assombrada.”

Apesar de não conter um terror tão impactante, o livro traz em sua trama um suspense eletrizante. Além disso, a narração de Pyper encaixa muito bem no gênero, dando o tom certo à obra.

O Demonologista foi uma grande e positiva surpresa. Alguns comentários negativos do livro realmente me deixaram com uma certa dúvida em relação a qualidade da obra. Mas todas esses comentários caíram por terra quando iniciei a leitura. Fui conquistado logo nas primeiras paginas.

O elogio mais forte que faço a esse livro é em relação a sua escrita. Fiquei realmente encantado com o estilo de narração de Pyper e, sem dúvidas, é o grande diferencial da obra.

Mas até mesmo a recordação da felicidade pode ter um efeito contrário. Saber que um momento que não apenas passou, mas pode nunca mais ser citado de novo, traz um tipo completamente novo de dor.”

Outra forte qualidade desse livro são os personagens, os quais foram muito bem criados com dilemas e angustias próximos da realidade. Isso aproxima ainda mais o leitor.
É ainda impossível não citar o trabalho impecável da editora Darkside com cada um dos livros do seu catálogo. É um amor sem tamanho!

Não é do escuro que eu tenho medo. É do que tem no escuro.

Certamente esse é um daqueles livros que ou você irá amar ou, então, odiar. Mas seja qual for seu sentimento não há dúvidas de que vale a leitura.
Antes de acreditar em qualquer comentário, dê uma chance ao Demonologista.

Algumas vezes as pessoas fecham a porta porque estão tentando encontrar uma maneira de fazer você bater nela.

Comentários