Resenha – Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir

Onzeleis_CapaWEBTítulo: Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir
Título Original: Eleven Scandals To Start to Win a Duke’s Heart
Autor(a): Sarah MacLean
Tradutor(a): Fabiana Colasanti
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 330
Perfil no Skoob: aqui
Gênero: Romance de Época, ficção.
“Então Simon disse a única coisa que pôde pensar em dizer, grato pela escuridão que a impedia de ver a verdade em seus olhos. Ver que com uma única palavra ela poderia colocá-lo de joelhos, suplicando por ela.
– A noite acabou.”
Simon Pearson.

E acabou a SÉRIE “OS NÚMEROS DO AMOR” da nossa escritora queridinha de Romances de Época SARAH MACLEAN.

“ONZE LEIS A CUMPRIR NA HORA DE SEDUZIR” fecha com chave de ouro a trilogia das moçoilas mais sem noção do perigo – aliás, sem noção de nada! – da minha estante!

E já vou logo falando, porque eu passei o maior perrengue com esses livros, os livros não SÃO exatamente UMA SEQUÊNCIA, mas não recomendo lê-los de maneira independente, porque eu fiz isso e parei cinquenta páginas depois para ler os dois primeiros, porque as referências dos acontecimentos dos irmãos da mocinha – que são os mocinhos dos outros livros – acontecem a cada minuto.

Pronto, falei.

Agora, vamos lá, sobre “ONZE LEIS A CUMPRIR NA HORA DE SEDUZIR”: ADO-REI, pessoas! (vou fazer a resenha dos outros dois também, mas infelizmente será fora de ordem, porque já estourei o prazo por conta das leituras que tive de passar na frente…)

JULIANA FIORI já chegou a Londres sabendo exatamente o que encontraria: descaso, preconceito e conhecida arrogância inglesa. Mas não outra opções, após a morte de seu Pai, Juliana está sozinha, e seus meios-irmãos são a única família que lhe resta. 

Apesar dos olhares desconfiados, dos comentários maldosos e das fofocas que não param de aparecer, e aumentar a cada segundo, Juliana não dá atenção a opinião da sociedade Londrina. Ela sabe que sua beleza estonteante, expressiva e sensual, seus gestos exagerados e seu sotaque acentuado, mal fazem sombra ao que realmente lhe condenou a estar excluída permanentemente dos salões de bailes e eventos em toda Londres: o passado de sua Mãe, a antiga Marquesa de Ralston.

Juliana não quer se casar, ela sabe que não encontrará um marido que a aceite com ela é, e perdeu toda e qualquer esperança de estar errada no momento em que sua identidade foi revelada ao único homem que a fez pensar que talvez amar fosse possível.

“Salões de mulheres são criadouros de imperfeições. Damas requintadas não se demoram lá dentro.” – Um Tratado Sobre A Mais Requintasa Das Damas.

SIMON PEARSON sabia que estava vendo algo extraordinário no segundo em que colocou os olhos em Juliana Fiori. Mas poucos minutos após se conhecerem, ele foi informado que aquele par de olhos azuis – que mais pareciam ser de um anjo – traziam consigo um dos maiores escândalos que Londres já presenciou.

SIMON PEARSON, o DUQUE LEIGHTON, tem mais que um Ducado para honrar, ele precisa proteger anos e anos de respeitabilidade familiar ilibada que agora está em jogo. Um erro sem precedentes que deve ser escondido e suplantado antes que venha à tona e coloque a perder algo que Simon tem altíssima conta: Reputação.

JULIANA nunca irá perdoar SIMON por tê-la descartado de maneira tão fria e insensível após saber sua identidade. Então, movida por acontecimentos infelizes após um baile, ela decide confrontar – e arruinar – aquela arrogância intransponível que tanto a magoou.

“Parece que libertinos reformados consideram os deveres fraternais um desafio…” – O Jornal Do Escândalo, Outubro 1823.

Duas semanas, esse foi o tempo que ela pediu para provar a Simon que paixão é muito maior que a sagrada reputação que ele tanto preza.

Então é assim: um Duque de nome e família tradicionalíssima e uma Italiana maluca que fica sexy até comendo manga e faz um estrago absurdo até descendo escada (é sério!). Preparem-se, amigos, porque essa é DOI-DA-DE-PE-DRA!!!!!

A fórmula aqui é bem parecida com a dos primeiros livros, enredo aparentemente previsível, porém com reviravoltas vertiginosas, diálogos engraçadíssimos e cenas de romance de parar para virar a jarra d’água gelada, colega!

É o que SARAH MACLEAN faz de melhor, transformar romances ordinários em histórias de amor marcantes, edificantes e cheia de momentos de introspecção sobre a sua vida, a minha vida e a vida de qualquer pessoa que não abra mão de viver um grande amor!

* Todo início de capítulo traz uma citação – Hilária – de Um Tratado Sobre A Mais Requintasa Das Damas O Jornal Do Escândalo. Ambas a citações são sobre o que o capítulo vai contar. Me lembrou bastante uma outra grande amiga nossa que gostava de escancarar as verdades da sociedade Londrina em páginas de folhetim…

“A grosseria é o teste definitivo da perfeição. A dama delicada segura a sua língua.” – Um Tratado Sobre A Mais Requintasa Das Damas.   

E eu volto para falar de “NOVE REGRAS A IGNORAR ANTES DE SE APAIXONAR” – o 1° livro – e “DEZ FORMAS DE FAZER UM CORAÇÃO SE DERRETER” – o 2° livro da série.

                                        Capa nove regras a ignorar_19mm.inddDezformasdefazer_CapaWEB

“Fomos assegurados de que ainda há tempo para o casamento da temporada…” – O Jornal Do Escândalo, Outubro 1823.

Comentários